Logótipo CNL

10ª. EDIÇÃO DO CONCURSO NACIONAL DE LEITURA (2015-2016)

O CNL é hoje a principal iniciativa do Plano Nacional de Leitura em que a DGLAB participa na qualidade de entidade coordenadora das Provas Distritais, realizadas por Bibliotecas Públicas Municipais. 

Este Concurso de âmbito nacional desenvolve-se em três fases distintas. Durante a 1ª. fase, os concorrentes do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Secundário candidatam-se através das respetivas escolas. No início do 2º. trimestre, cada escola designa os três alunos vencedores em cada Ciclo e são esses os candidatos às Provas Distritais. 

As provas distritais são anualmente realizadas por uma Biblioteca Pública Municipal e têm lugar depois das férias da Páscoa. Obedecem a um formato o mais possível semelhante ao da Prova Nacional, ou seja, detêm uma forte componente de espetáculo, que integra um apresentador, prestações em palco por parte dos jovens concorrentes, um momento artístico (dança, teatro ou música) oferecido pelos jovens do concelho responsável pela Prova Distrital, um lanche ou um almoço de convívio entre adultos e adolescentes, e a distribuição de prémios, para além do diploma de participação.

A realização deste evento, da responsabilidade de uma Biblioteca Pública Municipal, obriga anualmente à organização de equipas constituídas por cerca de uma dezena de técnicos e especialistas voluntários, bem como à constituição de dezoito Júris para os quais são convidadas cerca de 40 personalidades conhecidas no meio literário e cultural regional ou nacional.

A programação do CNL Distrital, considerada já um salto qualitativo na promoção da leitura no nosso país,  implica uma organização específica e complexa, que é acompanhada de perto pela DGLAB. Este acompanhamento inicia-se com uma reunião realizada em Lisboa, com os responsáveis pelas 18 Provas Distritais, onde se discutem os procedimentos necessários à realização da prova, com base num conjunto de documentos que a DGLAB previamente fornece a cada responsável.

A presença da DGLAB na Prova Distrital, bem como a da RTP, que na qualidade de parceira do PNL realiza uma reportagem por cada Biblioteca, asseguram a promoção deste Concurso que constitui simultaneamente uma formação em eventos de promoção da leitura realizada por Bibliotecas Públicas para um público de centenas de pessoas.

A abertura oficial da 10ª. edição do Concurso Nacional de Leitura (2015/2016) teve lugar a 20 de Outubro de 2015. O âmbito nacional do CNL e a respetiva adesão de adolescentes e professores abrange presentemente cerca de 2500 alunos do 3º. Ciclo do Ensino Básico e do Secundário, e cerca 1000 professores e acompanhantes. As regiões autónomas da Madeira e dos Açores também participam, assim como as escolas no estrangeiro tuteladas pelo Instituto Camões. No conjunto das Provas da 1ª. e da 2ª .fases, todos alunos que decidirem participar no CNL terão lido em média quatro títulos, selecionados de um universo de centenas de títulos da edição corrente, adaptados às respetivas idades, dos 13 aos 15 anos e dos 16 aos 18 anos, respetivamente. O Regulamento Geral e aCalendarização do CNL 2015/2016 encontram-se já disponíveis para consulta no sítio do PNL.

Conheça as Bibliotecas Públicas Municipais responsáveis pela 2ª. fase da anterior edição do CNL (2015).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *